segunda-feira, 26 de julho de 2010

Neste blog colocarei alguns poemas que escrevi nos tempos em que eu escrevia para espantar a solidão e o medo do futuro,bobagem, pois às vezes a solidão continua e o medo também.Muito do que eu escrevia fazia parte de um tempo em que não havia internet,e tão pouco telefone celular,aliás nem telefone fixo tínhamos,cidade pequena,acolhedora,tudo difícil,também gostoso.Hoje não entendo o que incomoda nossos jovens,talvez eles não têm os sonhos simples,que tínhamos.
Tempo em que preocupávamos com a hora de se chegar em casa,geralmente saíamos só nos finais de semana,e nosso horário de chegada era 22 horas.Hoje eles saem depois da meia noite.
Espero que leiam com a alma e não com os olhos da crítica.

5 comentários:

  1. Oi
    As palavras sempre são novas
    para que é apaixonado por
    uma boa poesia.
    Que bom que existem gente
    com você que escreve tão
    bem.
    Beijos...
    Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. custei mas achei kkkk poem o da meque ai kkk bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi, achei seu blog muito interessane...
    Aline

    ResponderExcluir