quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Pausa para a poesia


Pedra azul

Caminhos de surpresa

Sonhos para vivenciar

Visão deturpada pela névoa que insiste em aparecer

Esperança de verão ,

Numa primavera com cara de inverno.

Mas a visão da Pedra azul

Faz esquecer a falta de sol

E preparar para a vida que se renova a cada estação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário