sábado, 21 de novembro de 2015

Semana passada estive novamente em Ouro Preto_MG
Cada vez que vou a essa cidade,vejo uma imensidão de História e algo místico.
Compartilho com vocês fotos dessa linda cidade.


























domingo, 25 de outubro de 2015

                                      Aqui,ninguém me impõe sua música
                                      Aqui,meus sonhos bailam
                                      O silêncio se quebra com  os sons de pássaros
                                      Nada me falta e o amor de Deus se renova

                                     
                                     

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Nosso tempo é diferente
O tempo sem tempo
A natureza cobra e devolve
A intensidade depende de cada um
Resta aprender a lição
Que a chuva que ora cai
Possa saciar nossa sede
Renovar nossas esperanças
Nos colocar mais próximo do criador
Mais íntimos de sua origem
Natureza=nascimento
Forças milenares
Processos de evolução
Inteligências diferentes formando um todo
Deus o princípio motivador
O homem co-participante
Semelhança
A dádiva chegou
Danças,rituais,orações
O agradecimento deve ser feito
Graça alcançada
Amém!
Inhapim dormirá um pouco aliviada.

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

                              Há algo,que me fascina e ao mesmo tempo me incomoda:é a ânsia de saber exatamente de minhas origens.Não sei o porquê disso tudo,mas a verdade é que eu não consigo deixar de pensar nos meus bisavós,em seus pais,suas histórias.
                           Quando minha avó materna nos visitava,eu fazia muitas perguntas e ela me contava de sua infância,de seu vovô Portes,de sua mãe Antônia,de sua ascendência portuguesa e italiana.
                          Parecia,que eu me transportava para aquela época de tempos difíceis e ao mesmo tempo maravilhoso.Eu me encantava ao ouvir minha avó Marcionília contar seus causos.
                        Há algo de místico em nossos ancestrais.Há um convite para saborear algo diferente e ao mesmo tempo tão próximo da gente.
                         Sei,que somos misturados,e essa fusão de raças nos faz um povo forte.Tenho vontade de conhecer as origens negras,indígenas de meu pai misturadas às de seu avó Galdino e Augusto,um branco dos olhos azuis e o outro negro como a noite
                       Sou essa mistura e me intriga muito.
                       Gostaria e conhecer mais e melhor minha História e no entanto e nem me conheço direito.
                        Acredito haver uma resposta e um dia as terei,no entanto algo inquietante toma meu ser:uma saudade daquilo que não vive ou  que os meus viveram intensamente e transmitiram na genética esse gosto pelo desconhecido.

sábado, 19 de setembro de 2015

                                   Esse rio já foi caudaloso.Chama-se Rio Preto e esta foto foi tirada próximo a Bom Jesus e Itajutiba,município de Inhapim. Em Minas Gerais.É triste ver a natureza assim.
Ainda existe beleza,mas falta algo.
                                    Fazendo uma analogia com  a vida,também percebo beleza no existir,no entanto falta alguma coisa.No caso da foto sabemos,que uma chuva pode tornar o rio mais cheio.E em  nossa vida,o que realmente falta?
É a ânsia humana em busca de algo,nunca contentando com o que tem,sempre querendo mais.
Que venha uma chuva de humildade para apagar a poeira de nossas vaidades!

terça-feira, 8 de setembro de 2015

                                              Ouro Preto
                                         sonhos escondidos,esperanças renovadas
                      Um pedaço do tempo eternizado em seus casarões
                                                     Uma cruz na estrada
                                              Será que nos comove essa foto?
                                        Muitos poderão imaginar,mas só quem conhece a história
pode dizer como é triste a representação dessa cruz.
Ela nos lembra um fato triste.Alguém que perdeu a vida por nada.
Um louco,que na ânsia,na ira,ou sei qual é o sentimento,mas só sei que não é nada bom perceber uma cruz,que nos lembra um crime.
Que Deus tenha piedade dos dois!

sexta-feira, 7 de agosto de 2015



Sempre é tempo de dar graças a Deus.
Agradecer pela família que temos
por todos aqueles que fizeram e fazem parte de nossas vidas.
E quem tem um tio,um avó,um pai,um sogro,um irmão como o Expedito Rodrigues Maia pode se sentir orgulhoso,pois ele nos inspira alegria,nos dá lições de vida.
E chegar aos 87 anos com muita vitalidade é realmente motivo de agradecimento a Deus.
Que Jesus possa permanecer sempre nesta família!





sábado, 11 de julho de 2015

Às vezes falamos que tudo está difícil,mas na verdade,nos falta fé.
Falta acreditar mais,discernir caminhos,perceber o infinito,amar simplesmente por amar.
É preciso perceber que ainda restam esperanças.Somos filhos da luz e é
 em busca dessa claridade que vivemos.
Amo as montanhas,elas me mostram quão pequena sou,mas ao mesmo tempo elas me permitem enxergar a imensidão.
Que possamos todos os dias glorificar a vida e o o criador!

segunda-feira, 15 de junho de 2015

          Meu primeiro passeio depois que minha mãe foi morar no infinito.
          Temos que continuar nossa caminhada e nada mais agradável é olhar a beleza de lugares simples,onde há pessoas simples.
         Deus nos revela de formas diferentes e é preciso ver com os olhos da alma.