terça-feira, 21 de janeiro de 2014

                                            Nessa paisagem bucólica,eu me refugio
                                         sou segura aqui
                                         tenho o campo,o ar puro
                                         também o tédio.
                                       Mas nada importa
                                importa a consciência de que vivo um amor"abençoado",puro,simples.
Sou assim:refúgio,vivendo outra vida ,não a que escolhi,mas a que preciso para ter paz.
Com essa ideia,fugi.
                            Sou feliz,tranquila
Minhas canções já não são as mesmas
Esqueci de Toquinho.Vinícius
Esqueci de minhas serestas
De Nelson,Herivelton,Ataúlfo,Nasser
Minha faculdade ficou para trás
meus sonhos também
Nasci de novo Sou outra
Camponesa,rainha
Vivo outro mundo
outra realidade
Troquei tudo
Só não esqueci de minha poesia.
( poema escrito em 1989,após uma conversa com uma amiga que fugiu para o mato e me contou sua história,encontrei com ela esses dias e ela com um olhar distante,disse-me estar feliz)

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

                                                   Pegar uma estrada
                                         ir em busca de um descanso
                                                     correr riscos
                                                     ver o novo
                                                            rever
                                                Descobrir
                           Não conseguir um bom ângulo,pois tudo passa rápido
                             viajar é uma delícia,seja para onde for
                            No fim chegar e ter algo para lembrar,mesmo que o lugar
seja um velho conhecido,sempre há algo de novo para se ver
                                            Abaixo fotos de minha última viagem.

















































                                                        Chegamos a Inhapim