sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Dia da bíblia é comemorado em grande estilo pelas escolas de Inhapim


como forma de agradecer o apoio recebido fomos para a passeata com a camisa da luta





Participação do grupo da terceira idade.(entre eles vários são professoresaposentados)



Participação dos alunos da Apae





guerreiros de Inhapim




























apresentação da Escola Guilhermino de Oliveira
Padre Marcelino e Padre Eldécio com alunos

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Quem luta,educa

Parabéns a cada um que lutou.
E para aqueles que se omitiram um chá de vergonha faria bem.
Que possamos votar em quem nos ajudou.
Pena que o senador Chistovan Buarque não seja de Minas,pois foi o único senador que teve a coragem de lutar por nós.
Onde estavam nossos senadores?

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Não me formei professora para fazer greve

O título acima eu ouvi de uma professora chorando perante a comissão de direitos humanos da ALMG nesta manhã em que o céu de Minas se encontra nublado,como se fossem lágrimas que escorrem diante de uma ditadura civil,que se alastra com a conivência de uma imprensa injusta e mentirosa.
É verdade,eu não me fiz professora para participar de movimento grevista,na minha utopia juvenil,os sonhos se formavam em construção de uma sociedade mais justa e culta e tudo se edificava na educação.
Hoje me vejo em uma Minas Gerais que clama justiça,de uma sociedade que não escuta, pois aqueles que deviam falar estão preocupados somente com as bombas que caem no Golfo pérsico e em outros tantos lugares onde a injustiça floresce.
E aqui?
Até quando seremos obrigados a vivenciar esta tortura por ser professor.
Todos cobram de nós e poucos estão preocupados com nossa causa.
As bombas estão caindo aqui.
O onze de setembro para nós começou em junho.
Até quando precisaremos ficar fora da sala de aula?

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Professores de Inhapim fazem caminhada cívica

Na manhã desta Segunda-feira novamente nossos bravos guerreiros,professores em greve,deram mais uma lição de cidadania.
Foi realizada uma caminhada até a Escola Guilhermino de Oliveira a fim de sensibilizar os candidatos às designações.
Esteve presente em nosso meio o Padre Eldécio que nos incentivou a continuar lutando.
Todos os candidatos entenderam nossa luta e não aconteceu nenhuma designação.
divulgação das vagas para a Escola Guilhermino de Oliveira

professores conversando com os candidatos






Um dos dizeres para os candidatos à designação



Padre Eldécio fazendo uma comparação entre a nossa luta e o povo de Deus narrado em Êxodo.O faraó de hoje se chama Anastasia






oração do pai-nosso
Padre Eldécio dando-nos uma força