sábado, 30 de julho de 2011

Gentileza mineira

Este cartaz se encontra na Perícia Médica(antigo DAG).
O interessante é que não tenho visto essa gentileza (observe o acento) .
Alguns peritos parecem virem de outro planeta,pois não tratam as pessoas com respeito.
Falo assim por que nessas duas semanas tive que ir com minha irmã à perícia e um ortopedista
nem se dignou a olhar os exames e pior a mão quebrada e ainda por cima deu um laudo negativo nos forçando a retornar em outra semana.(O médico é Leonardo Contini).
É um ato desumano, uma vez que precisamos viajar 300Km com uma pessoa doente, que doou uma vida em sala de aula e agora se vê humilhada por estar doente.(É o que nos passa alguns peritos).
É essa a gentileza que se pratica em Minas :cobrança exagerada de nossos professores,salário fora da lei e humilhação quanto se fica impossibilitado de trabalhar.
Pratique gentileza todos os dias com todos e por favor com a nossa língua portuguesa(para quem sabe ler um pingo é letra).

terça-feira, 19 de julho de 2011

Anastasia conseguiu nos dividir cada vez mais

Lendo diversos blogues em que o destaque é a educação em Minas,percebo uma grande divisão entre nossa classe,coisa que sempre existiu,só que desta vez aparece com mais nitidez.
Vejamos: o pessoal da lei 100 em sua maioria estão satisfeitos pois o nobre governador enviou-lhes uma carta demonstrando todo o apego e respeito que o mesmo tem por eles dando-lhes todo o direito de um efetivo.
Não vem ao caso os prós e os contras a essa lei,o que vale é perceber a jogada feita pelo nosso querido governador que só pensa na qualidade da educação(sem esquecer que educação é substantivo e não adjetivo precisando ser caracterizada como boa ou ruim).
Outro fator de divisão (e esse não é mérito do governo)é o medo.
Medo de corte no pagamento,medo de ter que repor aulas aos sábados,medo de.....
Merecemos o que recebemos?
Depende,pois há alguns que recebem até mais do que realmente merecem.