quinta-feira, 9 de dezembro de 2010


Cada um tem sua história, suas lembramças.
Seus ídolos,suas verdades.
Minha infância foi simples,gostosa.
O que mais me recordo era como meu pai,um homem simples e de uma filosofia tão grande
em relação à família.
Muito trabalhador ele lutava com dificuldades, mas sempre que podia ele alugava uma Kombi e nos levava para conhecer lugares diferentes.
Na véspera ele encomendava ao padeiro uns pães enormes,recheava com carne,colocava em uma caixa de isopor e partíamos.
O sabor destes sanduíches se mistura com saudade.
Devorávamos o lanche em menos de sessenta quilômetros.
Nós não tínhamos dinheiro, mas havia a presença simples da felicidade.
A foto acima foi tirada em 1967 ,em Aparecida SP,eu tinha cinco anos.

2 comentários:

  1. Marlena, sou a Maga, você visitou um dos meus blogs (o do Natal refrescante...), mas eu, apesar de lhe ter respondido no meu próprio blog (como sempre faço), vim espreitar o seu e gostei!
    Seus filhos são lindos. Os meus já são homens; o mais velho nascido em Lisboa já tem 36 anos, o outro que nasceu aí, em S.Paulo, já tem 33. Como vê, já sou uma velhota... mas só na idade.
    Gostei de a conhecer, vou seguir seu blog
    Maga

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo comentério em meu blog, fico feliz por ter gostado dos meus versos. Bom saber que ainda existe pessoas que gostam de poesia. Abraço.

    ResponderExcluir