segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Feriado com poesia


Poesia
Um fio reto
indefinido
infinito
Como a vida
desmaterializada
indefinida
infinita
Como o som
o acorde
a cor
o eco
Cada um
em seu estágio
com sua esperança
em seu tempo.
(escrito em 26 08 87)

Nenhum comentário:

Postar um comentário